Agenda Geral | Comitês

<Julho/2020>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
<Julho/2020>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Santa Bárbara d Oeste, interior de São Paulo, investe na segurança hídrica

26/06/2020 - Categoria: Informes

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste anunciou no começo deste mês que vai construir uma nova represa, que deve garantir o abastecimento de água do município pelos próximos 50 anos.

Vale ressaltar que a Região Metropolitana de Campinas (RMC) sofreu uma grave crise hídrica iniciada em 2013, com maior intensidade em 2014 e 2015. A estiagem prolongada, causada pelos baixos índices pluviométricos, impôs cenários desafiadores, com várias cidades apelando para o racionamento ou rodízio no abastecimento. Os municípios que contam com represas viveram o momento desafiador de forma menos intensa.

Segundo a Prefeitura, a obra da nova represa deve ser licitada nas próximas semanas, com investimento de R$ 12 milhões, dinheiro oriundo de recursos próprios. Esse novo barramento ampliará o volume de água disponível para o abastecimento público, englobando a área onde hoje está a represa de Cillo.

A nova represa prevê um aumento do volume de quase 100% do que hoje está disponível na represa Cillo, aumentando apenas neste ponto mais 3 bilhões de litros de água. Com isso, Santa Bárbara d’Oeste terá uma reserva total de 12 bilhões de litros de água, que garantirá a qualidade do abastecimento para os barbarenses por mais 50 anos.

“Ao longo dos últimos meses trabalhamos na elaboração e conclusão do projeto final de uma nova represa que ampliará nossa capacidade de reservação em quase 3 bilhões de litros de água. A área do novo reservatório não impactará em pequenas propriedades, ocupando apenas parte dos espólios de grandes proprietários de terra. Essa é mais uma grande etapa que se soma às demais já conquistadas nesses últimos anos, visando à excelência cada vez mais absoluta da qualidade da água de Santa Bárbara d’Oeste”, comenta o prefeito Denis Andia.

Etapas de execução da obra

A obra deve ser executada em duas etapas, sendo que a primeira tem prazo estimado de 12 meses. Nela, ocorrerá a implantação do novo barramento com a nova estrutura hidráulica. A segunda etapa, após cumpridos os testes da estrutura e as exigências legais, terá a elevação do nível d’água com a formação do novo lago. O valor total dos recursos para a construção da represa já está disponível e reservado no caixa do Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Santa Bárbara d’Oeste.

Além da ampliação do volume, a obra trará segurança à população barbarense, pois atende todas as normas mais recentes de segurança de barragens. Para se ter uma noção, em um evento crítico, a represa conseguiria armazenar até 3,8 bilhões de litros de água, auxiliando também na contenção de enchentes na área urbana.

“Nos últimos anos eu tive a honra de liderar uma equipe comprometida e eficiente com o futuro da cidade. Entendo que tivemos passos muito importantes, com a construção das novas estações de tratamento de esgoto, o que colocará Santa Bárbara d’Oeste em um seleto rol de municípios de médio e grande porte com 100% de esgoto tratado. Agora caminhamos também para a construção de uma nova represa, o que garante o pleno desenvolvimento de Santa Bárbara d’Oeste, ampliando a nossa reserva e garantindo uma das melhores águas do Brasil para o cidadão”, diz o vice-prefeito Rafael Piovezan, que até o começo do mês era diretor-superintendente do DAE.

Atualmente, a cidade conta com o abastecimento de água por meio das represas Areia Branca, São Luiz e de Cillo e também com captação e reservação no manancial do Córrego Araçariguama.

O anúncio da nova represa foi realizado no Teatro Municipal “Manoel Lyra”. Por conta do coronavírus (Covid-19), a coletiva de imprensa contou com as medidas sanitárias dispostas em protocolos, como distanciamento, uso de máscaras e álcool em gel.

Ano marca avanços na infraestrutura

O ano de 2020 deve ser marcado por importantes avanços na estrutura da cidade, que conta com importantes obras em andamento no setor de saneamento básico. De acordo com a Administração, será neste ano que o município estará preparado para o crescimento de um século e alcançará o patamar de 100% do esgoto tratado.

A construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Barrocão e a modernização e ampliação da ETE da Balsa, que já teve suas obras concluídas. Juntas com a ETE Toledos II, entregue oficialmente em 2019, um amplo sistema será formado proporcionando tal feito.

“Santa Bárbara estará em um rol bastante seleto, o dos municípios com autarquia pública tratam 100% do esgoto. Isso é um compromisso com o futuro, com o desenvolvimento da cidade, com a Saúde e com o Meio Ambiente. Esse é o nosso compromisso, pensando nas pessoas e fazendo o que é necessário para que a nossa cidade continue em seu caminho de transformação”, comentou o vice-prefeito Rafael Piovezan.

O DAE também emitiu a ordem de serviço para a obra da nova estação de tratamento de lodo que será construída na ETA II, localizada na Vila Aparecida. A obra contempla a redução de perdas de água e faz com o que o lodo proveniente do tratamento de água possa ser destinado a um aterro sanitário específico, protegendo o Meio Ambiente.

De acordo com a Administração, são mais de R$ 120 milhões de investimentos, desde 2013, para ampliação do abastecimento de água potável, recalque da água bruta e tratamento de esgoto.

Fonte: Correio.