Agenda Geral | Comitês

<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

São Paulo lança novo plano de controle de poluição do ar

17/02/2021 - Categoria: Informes

São Paulo conta com um instrumento, agora mais aperfeiçoado, para controle da poluição do ar nos grandes centros urbanos. A CETESB acaba de publicar, após apresentação ao Conselho Estadual do Meio Ambiente – Consema, a mais nova versão do Plano de Controle de Poluição Veicular (PCPV) do Estado de São Paulo. Elaborado pela primeira vez em 2011 e atualizado ao longo do tempo, a nova versão é divulgada em meio a um período atípico em termos de emissões geradas pelos veículos, em razão da pandemia da Covid-19, com algumas ações inovadoras.

Com metas e ações previstas para os próximos dois anos, o PCPV, em sua nova revisão, estabelece a região conhecida como Macrometrópole Paulista como prioritária nas ações. A região inclui os grandes centros urbanos no entorno da Região Metropolitana de São Paulo, alcançando a Baixada Santista, o Vale do Paraíba e as regiões de Sorocaba e Campinas, onde se concentra mais de 70% da população e da frota de veículos do Estado, uma das principais fontes de poluentes na atmosfera.

Segundo os técnicos da CETESB, essa macrorregião, em sua maior parte, tem a qualidade do ar comprometida pelo poluente ozônio. Trata-se de um poluente que não é emitido diretamente por veículos ou indústrias, mas sim formado na atmosfera a partir de outros poluentes, em especial, os óxidos de nitrogênio e os hidrocarbonetos. Estes emitidos por veículos, tornando fundamental o controle da emissão para a redução de seus níveis.

O PCPV versão 2020-2022 prioriza também ações sobre os veículos movidos a diesel. Isso se deve ao fato de que a grande maioria desses veículos tem aplicação comercial, uso intensivo e grande impacto na qualidade do ar. No caso de ônibus urbanos e caminhões de distribuição de insumos e mercadorias, eles circulam basicamente em regiões densamente povoadas. Os veículos movidos a diesel emitem principalmente os poluentes óxidos de nitrogênio e material particulado. O primeiro participa da formação de ozônio.

No Estado de São Paulo, medidas efetivas de controle da emissão de poluentes atmosféricos produziram, ao longo do tempo, melhorias significativas na qualidade do ar para a maior parte dos poluentes monitorados. No gráfico a seguir observa-se a evolução das emissões de poluentes no estado, no período de 2006 a 2019, gerada principalmente pelos veículos automotores.

Mais informações no link: https://cetesb.sp.gov.br/blog/2021/02/01/sao-paulo-lanca-novo-plano-de-controle-de-poluicao-do-ar/